Um blog sobre…

Aiaiai, preciso dar uma desabafada sobre isso… Ontem eu estava no Shopping Iguatemi, sábado á noite, pra encontrar uns amigos que eu vi no carnaval e tal, eu quase nunca vou lá, só quando eu preciso ou quando fico sem opção de lugar pra encontrar uns amigos que eu não vejo a muito tempo, porque sinceramente aquele shopping tá insuportável. Cheio de gente, claro, mas não são umas pessoas muito anormais, tem menina de 8 anos com bolsa da Louis Vuitton, maquiagem, meninas da minha idade de salto fino e sainha, e tooooodo mundo desfilando com essas roupas e acessórios caros…
Mas realmente, ontem eu descobri que sabado á noite no Iguatemi é DEZ VEZES MAIS INSUPORTÁVEL! Sério pára. Ontem eu encontrei todo mundo que eu conhecia praticamente, virou uma balada aquilo e eu comecei a ficar perturbada com muita gente falando junto, muita menina igual, muito menino de mesmo padrão. Ew, eu nao gosto. Não gosto, não gosto e não gosto mesmo! Pra quê gente? Não tem nem graça ficar todo mundo igual, aí uma amiga minha começou a surtar porque tinha outra menina com a camiseta igual a dela, mas é CLARO NÉ, sempre vai ter, todo mundo compra na loja igual… E eu me sentindo um E.T com meu Vans, jeans e minha camiseta do Ramones, mas quer saber? Eu preferia muito mais do que uma saia desconfortável, uma sapatilha e uma camisetinha colada da Abercrombie, porque realmente não existia ninguém sem alguma coisa de marca lá… Eu não tenho preconceito, acho até bonito, mas o que me irrita é que tá todo mundo ficando igual! Ninguém se diferencia, ninguém nem se preocupa em pensar sair do padrão e fica tudo chato e sem graça, aquele monte de gente meio que sem assunto interessante. Sei lá, tenho pena um pouco, de o pessoal da minha idade não saber o que aproveitar, mas isso também é meio egoísmo porque no meu mundo eu queria que todo mundo curtisse música boa, tivesse cultura e usasse umas roupas mais diferentes, com estilo próprio, maaaaaas isso é meu e não deles e tenho certeza que eles gostam assim, ou tem medo de fugir da mesmice. Minha vontade de falar é: VAMOS MUDAR PESSOAL! Hahahaha, mas de qualquer jeito tenho que admitir que todo mundo segue a moda, não importa qual ela seja, porque de algum jeito tem que se encaixar né? Yes, society.

Um beijo, Vick, com camiseta do Led, shorts e vans (?)

Comentários em: "Eu juro que é melhor, não ser o normal." (15)

  1. Aê Vick.
    Isso acontece desde que o mundo é mundo.
    A gente reclamava disso quando tinha sua idade.
    Parabens pelo post.

  2. Aeeeeeeeeeeeeeee!
    Tá super-hiper-ultra-mega-power apoiada Vick!
    E vamos todos de bermuda e tênis pro Iguatemi!

  3. Vick
    É como o Billy disse, nós já reparávamos e reclamávamos disso na nossa época (ops! pareci uma velha agora ;o)
    Uma coisa q acontece é encontrarmos o equilíbrio entre a necessidade de nos diferenciarmos e nos expressarmos e a necessidade de nos encaixarmos em um grupo e nos sentirmos aceitos. Na adolescência essa balança tende muito pro ser aceito, que faz a gente se sentir protegido de alguma forma…
    Com o tempo essa balança tende ao equilíbrio e cada um no seu tempo vai encontrando seu próprio jeito, grupo, estilo, etc.
    Parece q vc já se conhece bem melhor que os seus amigos!
    Aproveite essa vantagem e continue sempre em frente…
    Bjs, linda!

    • Monica, acho que entendi o que vc quis dizer, talvez seja isso mesmo, tomara que seja uma fase! beijos, brigada

  4. Gente, fica um monte de tio e tia fazendo comentários no blog da Vick? Assim a gente envergonha a menina, pô!🙂

  5. adorei o post, penso a mesma coisa, e na escola é o lugar que mais me incomoda ve essa gente só de abercrombie, td mundo igual

  6. Vick, quando vc chegar na minha idade, vai perceber que as coisas continuam as mesmas…. Toda mulher no Iguatemi usa camiseta polo justinha, calça jeans justinha, salto alto, rabo de cavalo em cabelo de chapinha, todas tem as mesmas plásticas, os mesmos botox e as mesmas maquiagens!!!! Cansa viu!
    Nessas horas é bom ser diferente.
    Continue assim!
    Abraço

  7. leo rodes disse:

    c diferent é bom,MAS COM MODERAÇAO.afinal existem limites.1 cara pra c diferent nao precisa saí correndo d cueca por aí por exemplo (nao,ele nao seria preso,só seria c ele nao tivessem nem com a cueca).

  8. Vick adorei.e exatamente isso que eu sinto todo mundo igual n”ao tem graca. tem que mudar de vez em quando… Vou me inspirar em voce pra postar no meu blog…
    Beijos

  9. Concordo plenamente, vivo isso que vc descreveu diariamente. E sim, é uma pena:/

  10. É uma forma de inclusão, de pertencimento, e ninguém quer ficar fora da norma. Apenas alguns, porém, a sociedade pune o diferente com isso, com o isolamento. mas, eu juro que mesmo assim, é bem melhor não ser um normal

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: