Um blog sobre…

Arquivo para janeiro, 2010

Mãe que não controla?

Em Bosto, Roxbury, Angela Mejia mãe de um menino de 14 anos, chamou a polícia porque seu filho estava de madrugada… JOGANDO VIDEOGAME!
Ah, foi longe demais. Ok, todo mundo entende que os adolescentes de hoje em dia, são mesmo difíceis de se desligar dessas coisas, principalmente quando o jogo é bom, quando o paquerinha tá online no MSN e essas coisas, mas todos acham que Angela abusou. Ela surtou quando viu o filho jogando videogame as 2:30 da manhã, muuuuito tempo depois de ela ter mandado o menino dormir, então ela meio (?) descompensada resolveu ligar pra polícia. “Eu acordei no meio da noite e vi a luz acesa no quarto dele”, ela contou chorando. “Às vezes eu também quero fugir. Eu tenho o apoio da minha igreja, mas estou sozinha. Eu quero ajudar o meu filho, mas não consigo encontrar uma maneira”. Coitada ela é solteira e tal e o menino tava jogando Grand Theft Auto, aquele jogo violento que o personagem sai atropelando todo mundo, matando gente nos lugares… aposto que deve ser legal. Mas OI, você tem um filho, você tem total poder sobre ele e desculpa, mas ser mãe solteira não justifica nada. Quem comprou o videogame? ELA! Quem podia ter dado uma bronca nele? ELA! Quem podia ter desligado e confiscado o videogame? ELA! Ponto final. Ela ainda disse: “Eu liguei para a polícia porque, se você não respeita a sua mãe, o que você vai fazer da sua vida?”. Eu respondo: VOCÊ VAI FICAR DE CASTIGO ATÉ APRENDER!

Eu não tenho muuuita moral pra falar isso, porque eu fico brava com a minha mãe quando ela me manda sair do computador na madrugada, só que eu sei que isso é o certo né? Agora eu já aprendi que faz mal pra saúde, que eu deveria dormir pra crescer a noite e bláblá, apesar de eu não conseguir me conter de vez em quando, eu obedeço ela e eu sei que se ela me pega online a noite, eu to ferrada. Fico sem sair durante a semana, fico sem computador alguns dias… pois é, acho que aquela mãe não sabe muito bem que isso funciona.
No final o menino falou que os policiais disseram: “Desencana garoto, vai dormir”. Se fosse eu, acho que eu faria uma birra, gritava e me recusava, só pra minha mãe pagar mais mico ainda. Tá no inferno? Provoca o capeta que é mais divertido.
Aiai, sinceramente esse mundo tá perdido, hoje em dia se as mães não conseguirem controlar seus filhos com 14 por causa de videogame, imagina quando eles tiverem um carro? Haja policial disponível.

Haha, mãe essa é pra você, espero que nunca na vida você pense em fazer uma coisa dessas quando me ver online de madrugada de novo! Sei que você não faria, tenho mais medo da senhorita do que dos policiais.

Beijão!

Ps: primeiro dia de aula amanhã, ô saco. Tô meio nervosa, como sempre… noites online? SÓ EM JULHO!

Fonte: aqui.

Campus Party

Geeeeente! Eu nunca vi tanto laptop junto, tanto nerd reunido e TANTA INTERNET DISPONÍVEL! Hahahaha, bom eu to aqui na Campus Party, e dei uma “palestrinha” que eu adorei… Confesso que eu estava um pouco nervosa no começo, porque minha mãe me avisou HOJE MESMO que eu ia participar. Mas foi tudo bem, a gente fez um bate papo no Campus Blog- Grande Rede Pequenos Produtores, com o @JoãoMontanaro, que tem um blog de tirinhas e desenha pra revista Mad e pro jornal Folhinha, com o Joaquim Lo Prete que tem o Blog do Joca e escreve sobre futebol, também com o Fábio Yabu, que é criador das Princesas do Mar, com a Samanta Shiraishi jornalista e blogueira e com a minha mãe, Mafê Bastos. O papo foi muito legal, tudo super descontraído. A gente conversou sobre a influência da internet na adolescência, sobre a orientação dos pais, sobre o público, escola e váaarias outras coisas ligadas a isso. Foi super gostoso, eu me diverti muito como primeira vez e pretendo voltar. Também me estimulou bastante a escrever mais no blog e parar com essa minha preguiça besta de postar…

Uma foto da palestra:

Mas tinha cada coisa diferente lá, tanta gente estranha (no bom sentido), gostei bastante, fiquei online o dia todo e aprendi muitas coisas. Esse mundo não tem mais volta pelo jeito, uma vez conectado, CONECTADO ATÉ MORRER!
#cparty.

Beijos!