Um blog sobre…

London Town.

NOOOOOSSA.
Experiência incrível. Sem noção da diferença, e do choque de cultura.
Semana passada, eu e minha mãe, fomos para Londres, porque ela queria me mostrar a cidade dos sonhos.
E realmente, que sonho. Tudo lá, é maravilhoso, foi a melhor viagem da minha pequena vida. Passamos 1 semaninha , e por incrível que pareca não deu para ver TUDO, mas foi o bastante pra eu já ter uma ideia do meu objetivo. Eu fiquei apaixonada por aquele lugar, e decidi: DEPOIS DA ESCOLA, TCHAU BRASIL.
Minha mãe apoia super, porque esse era também o sonho dela. Mas com 2 filhas, marido, cachorro, casa, trabalho… Nao rola mais né? A última esperança sou eu casar com um ingles bonitao (rico), ter um trabalho legal e morar lá. Aí eu ganho bastante dinheiro, compro uma casinha em Stratfort a cidade de Shakespeare, minha familia vai morar la e PRONTO, vida feita.
Aiai, dificil é, mas eu posso, porque agora eu tenho um objetivo na vida, um sonho. Então, isso já é um caminho.
Bom, mas a viagem foi demais, vou descrever os dias:

DIA 1 SEXTA: Chegamos no aeroporto e pegamos o metro. fiquei impressionada com a organizacao do negocio. nao eh que nem aqui nao, o povo la eh educado, e tudo funciona direitinho. vc compra 1 ticket para andar o dia todo. ai chegamos no bairro de West Hampstead no hotelzinho, que nao era beeeem um hotel, mas era muito bonitinho nosso quarto e ele ficava na rua onde minha mae morou por 1 ano, entao ela sabia de tudo por ali, apesar de que; segundo ela, o bairro mudou muito. nao tinhamos comido nada, entao fomos a uma pizzaria, but, nao era la muito boa, eu nao curti pelo menos. voltamos para o quarto cansadas da viagem e dormimos.

DIA 2 SÁBADO:
Abbey Road, DEMAIS. Claro, eu tirei uma foto atravessando a rua e escrevi no muro na frente da Abbey Studios, onde eles gravavam. Fiquei muito feliz. Sabe, é só uma rua que os Beatles atravessaram, mas é uma vibe assim, sei lá EU TAVA PISANDO NA RUA DAQUELA FOTO, que os caras mais fudidos (desculpa a palavra mãe, mas não dá pra falar outra coisa) do mundo andaram. Não sei explicar direito a sensação, eu ouvia as músicas no meu Ipod e imaginava eles… E as músicas encaixam direitinho na vibe do lugar, é tipo uma trilha sonora perfeita.
E depois… Compraaaaaaaaaas!
haha, eram 2 mulheres(?), nao dava pra evitar essa parte.
A gente foi para Covent Garden. E NOSSA eu pirei lá, sério. Tem cada coisa. Eu entrei numa loja suuuper cool, depois eu passo o link, e claro, me acabei lá, fiquei louca e queria comprar tudo que eu via, mas mamãe segurou, claro. Comprei 1 blusa do Led Zeppelin, 1 do Rolling Stones, 1 casaco escrito: Livin’ on The Edge, que tem uma rosquinha muito fofa pulando dentro de uma xícara de café, igualmente fofa e para terminar 1 mochila que PARECE do Space Invaders, toda colorida e com umas frases engraçadas. Aiai, sai de lá me sentindo haha. Daí depois fomos na Oxford Circus, uaaaau, que maravilhoso aquilo, um sonho de verdade, os ônibus. E finalmente chegou a hora da minha mãe, ela entrou na Lomography e PIROU com as máquinas!
Foi um dia proveitoso, e para encerrar comemos o clássico Fish and Chips. Hummm…
PS: nesse dia eu perdi meu ticket do metrô, típico da minha pessoa fazer isso.

DIA 3 DOMINGO: Fomos na London Eye! Muito bonita, e a sorte foi que abriu sol então o céu estava maravilhoso. Dava pra ver tudo de lá de cima, era bem alto! Uma vista realmente incrívell. Saindo de lá fomos para o Aquário. Nossa, aquilo era enorme! Nunca vi tanto peixa na minha vida. E os tanques eram gigantes, eu consegui ver tudo direitinho. De lá, fomos ver o Big Ben, passeamos um pouco e vimos uma manifestção do Green Peace. Os caras subiram na Igreja e colocaram cartazes escritos “CHANGE THE POLITICS, SAVE THE CLIMATE”, foi uma das cenas mais legais, eu curti o manifesto. A polícia tava do lado rindo, haha só depois começaram a tirá-los de lá. Depois fomos para a London Bridge, e caiu uma chuva! Parecia São Paulo aquele tempo mudando toda hora. Então consegui aproveitar a ponte muito pouco, se bem que nem tinha muuuita coisa pra ver, só a construção mesmo que é muito bonita. Depois fomos para a Tower of London e o sol voltou. Muito legal a história de lá, tem o espaço que era o rio dos jacarés, que protegia o castelo e onde os “traidores” eram jogados para tortura. Fomos no Starbucks haha, tomamos um café e fomos para o nosso bairro, compramos algumas comidinhas pra comer no quarto e depois dormimos.

DIA 4 SEGUNDA: Fomos no British Museum e passei 3 horas vendo as coisas mais legais e interessantes do mundo. Eu vi múmias com unhas, cabelo e pele (de verdade!), pedaços de construções gregas, as moedas mais antigas, esculturas grandes, pequenas, armaduras dos romanos e infinitas coisas. Era uma aula de história fora da classe. E olha que foi pouco, porque faltaram algumas coisas pra ver, só que era meio cansativo e precisávamos almoçar ainda… Então almoçamos lá no museu mesmo, e encontramos um casal de Canadenses super simpático que ficou conversando conosco um tempão, eles contaram que iam para o Rio ano que vem, ver o Carnaval haha.
Depois fomos de novo para a Oxford Circus, comprar só mais um pouquinho! haha.
Então fomos para casa e jantamos num restaurante Italiano, uma delícia.

DIA 5 TERÇA: Dia looongo e cansativo. Fomos com uma grupo de turismo conhecer Oxford, Stratford, a cidade de Shakespeare e o Anne Hathaway’s Cottage. Primeiro fomos com o ônibus de turismo para o Anne Hathaway’s Cotage, só que demoramos 2 horas para chegar, porque acreditem: lá tem um trânsito infernal também. E para ajudar, nossa guia que se chamava Jess, era super animada xeeentiii. Do tipo: Hey guys, we are gonna be a lot of fun today! Who wants to sing a music with me?! Do you want me to recite to you one of the best phrases of Shakspeare? Yeah I know, the sun it’s beautiful this morning!
Sério, insuportável. E para piorar no meio, no final, no começo em qualquer lugar das frases ela falava uma palavra estranha tipo: Rarraw! Era um “iuuupi!” em inglês. E assim foi o dia todo…
Bom chegamos no Ann Hathaway’s Cottage. Para quem não sabe, Ann Hathaway foi a mulher de Skakspeare, que ele logo largou para se dedicar ao teatro. E a casa em que os dois viviam ainda está lá, direitinho desde 1400 e bolinha. Preservada. A gente entrou e viu os pertences, a cama que ela dormia e tudo mais. Depois fomos para Stratford que foi onde Shakspeare nasceu. Uma cidade muito bonitinha, tudo fofo. Então pegamos o ônibus para ir para Oxford. No caminho a gente passava por umas fazendinhas tão lindinhas, parecia um FarmVille de verdade, fiquei impressionada com a organização me deu tanta vontade de morar numa dessas assim, com os cavalinhos, vaquinhas, porquinhos e vários inhos inhos. Chegamos em Oxford e eu simplesmente me apaixonei. Decidi meu futuro naquele momento. As universidades iguais a Hogwarts do Harry Potter, tudo antigo e maravilhoso, eu queria estudar lá, é o sonho de qualquer adolescente aquele lugar, pelo menos eu acho.
Entao voltamos para casa ouvindo os insuportáveis “RARRAW!” da amiguinha Jess.

DIA 6 QUARTA: Fomos para o Green Park passear um pouquinho e de lá, fomos para o Buckingham Palace, mais conhecido como “lugar onde a Rainha Elizabeth mora”. E vimos a troca da guarda, foi muito legal ver todos aqueles homenzinhos de roupinha vermelha, cabelo blackpower fazendo tudo igual, pareciam bonequinhos, uma sincronia até um pouco irritante, aí eu fiquei imaginando que se um deles começasse a dançar um funk, ou algum outro tipo de dança ia ser a coisa mais engraçada do mundo, pena que eles são muito chatinhos e perfeitinhos. Tirei várias fotos, e fiquei apaixonada pelos cavalos dos guardas, eram enormes, lindos, bem cuidados e brilhantes. E durante esse tempo uma senhora japa sentou do meu lado e começou a conversar em “inglês”, só que para eu entender o que a moça tava falando com aquele sotaque foi difícil, eu respondia qualquer coisa e foi indo, até que ela foi simpática.
Então fomos ao Natural History British Museum, e passamos 4 horas e meia lá, muito legal. Tinha um pedaço de coisas interativas sobre o cérebro que eu fiquei um tempão “brincando”. Lá tem os fósseis e os animais mais antigos encontrados, a evolução e várias outras coisas ligadas a ciências. Foi bem interessante pra mim, que quero fazer alguma coisa relacionada a isso. Jantamos no Nando’s com uma amiga da minha mãe que mora lá. E uma garçonete brasileira perguntou onde a gente morava e foi assim:
– Moramos em São Paulo, vc é de onde ?
– Ah, sou um pouquinho em baixo de São Paulo, sou do Rio.
Pausa dramática, eu e minha mãe ficamos tipo impressionadas. Perguntamos de novo e ela de novo disse: do rio. Nossa, ai foi tenso o negócio. Em que mapa o Rio é em baixo de São Paulo? Acho que ela tava com problemas de localização ou faltou nas aulas de geografia…
Então voltamos para o quarto e arrumamos as malas, pra ir no dia seguinte.

PS: Gente eu não sou ignorante a esse ponto pra falar assim dos guardas, porque eu sei que eles fazem um ótimo trabalho na guarda do Palácio e que esse é o dever deles.

DIA 7 QUINTA: Deixamos as malas na recepção e fomos dar uma última voltinha em Camdem Town. Outro lugar que eu pirei, com as feirinhas e tals. Como era dia de semana não estava muito movimentado e os PUNKS não dominaram as ruas como eu esperava, mas eu fiquei louca com as lojinhas, camisetas, óculos tudo muito legal. Tinha umas lojas que vc entrava e tocava um Heavy Metal assim super alto, outras que tinham umas roupas góticas, uns artesanatos, nossa cada coisa e tudo em SALE, porque eles vivem disso lá. E minha mãe disse depois que ela foi esperta de colocar o passeio em Camdem Town para o último dia, porque se não ela corria o risco de falir comigo lá.
Triste, muito triste. Fomos embora para o aeroporto de metrô e foi dando uma saudade já, tudo lá era lindo, antigo, era cultura a cada passo que eu dava. Eu fiquei apaixonada por aquele lugar, que nem minha mãe, que costuma dizer que plantou a “sementinha” de LONDRES em mim.
Aqui estão as fotos

Amei cada segundo dessa viagem, obrigada por tudo mãe, não seria igual com outra pessoa.

Beijos miiiiil.

OBS: post dedicado a Tia Luisa, que um dia fará a mesma viagem com a So, e com certeza aproveitarão muito!

Comentários em: "London Town." (11)

  1. Vich… que delícia ler seu relato…!
    De que vale a vida se não for para ser compartilhada?
    É assim que a a gente inspira as pessoas.
    Vc me inspirou.
    bjs mil no seu coração londrino.

  2. Help, I need somebody´s help!
    quero meu ticket fly to london.
    quero muito tudo isso de novo.
    quero voltar para lá!
    sugar and kisses for you

  3. Be Bibancos(OI SOFIA) disse:

    vick que viagem demais e eu achando que era chato!
    como pode ser chata a cidade onde o rock n’ roll nasceu!!!!
    boa sorte para realizar seu sonho porque vale a pena.

    Bjs vick !!!

  4. mae, vce pois seu e-mail amor, todo mundo sabe que é vc foofa! hahaha

  5. Geente, eu confesso que eu fiquei chocada quando eu li seu post dizendo que vc não nasceu na época certa! Vc é a primeira pessoa que eu vi que pensa EXATAMENTE como eu…Uma vez eu chorei de raiva por não poder voltar no tempo.

    tenho 14 anos e vc??
    Amei o blog!

    • vickbastos disse:

      hahah brigada brenda! eu tenho quase 14, é realmente voltar no tempo seria ótimo, mas acho que ainda nao inventaram isso… hahaha

  6. leo rodes disse:

    descobriram um,mas q vc so vai “pra frente” e nao “volta”
    alem d q ainda nao arrumaram uma maquina pra i na velocidade q precisa (da luz)

  7. leo rodes disse:

    e vc tem razao,londres e d+ : ]

  8. leo rodes disse:

    “tchau brasil”?isso seria um “tchau colegas amigos e etc”
    e aqilo nao é cabelo black power,é o capacete-chapéu deles.e eles sao escoceses.
    v esse video: http://www.youtube.com/watch?v=U4izKBFqpWc

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: